Publicidade

Últimas Notícias

CORRUPÇÃO NA PREFEITURA DE PORTO VELHO - SEMUSA

Este é o primeiro ato comprovado de corrupção na administração Dr. Mauro e ele foi praticado na gestão do hoje vereador Dr. Macário Barros.

Em setembro, o então secretário da SEMUSA Dr. Macário Barros, em solenidade para comemorar um ano da UPA da Zona Sul, ele resolveu lavar a roupa suja que tinha dentro de sua secretaria, e em discurso chamou o seu adjunto de crápula, dentre outros adjetivos e ofensas moras, falou iria pessoalmente pedir a cabeça do Adjunto Francisco Marto ao prefeito Dr. Mauro Nazif.
“Ele nunca gostou de trabalhar. Em um mês, falta mais do que trabalha e quando trabalha é somente por uma ou duas horas, ou trabalha para que dê tudo errado dentro da secretaria. Não vou permitir mais que isso aconteça”, disse Macário.
e completou dizendo qual o motivo que o levaram a ter tanto asco por seu adjunto: “Certa vez no Posto Médico do bairro Aponiã, esse cidadão ouviu queixas de um paciente e ao invés de tentar resolver o problema instruiu o paciente a procurar o Ministério Público. Veja a que ponto chegou esse cidadão”, comentou .
Dr. Macário foi pedir a cabeça de seu adjunto e acabou ele perdendo a sua, já que o prefeito o exonerou e convocou o contador Domingos Sávio para tocar a pasta, e Macário, mesmo magoado, voltou para a câmara de vereadores para ser um capacho do prefeito, no entanto seus "deslizes" da época de secretário começaram a aparecer, e ele já até foi denunciado na tribuna da Câmara pelo vereador Dim Dim, mas novamente o velho corporativismo prevaleceu e toda a câmara se calou, nenhum vereador teve a coragem de prosseguir com a apuração da denuncia, até que ela chegou até esse blogueiro aqui, "que não tem medo de cara feia" e já fez representação no MP e agora parte para denuncia no conselho de ética da câmara para se apurar a quebra de decoro do Vereador e a perda de mandato por improbidade administrativa, então, vamos aos fatos:
INSTALAÇÃO DE POÇO ARTESIANO EM UNIÃO BANDEIRANTES:

No dia 02 de Maio o Dr. Macário autorizou o pagamento a Empresa C. M. Com. e Construção Ltda. o valor de R$14.700,00 (catorze mil e setecentos reais) pela construção de um poço artesiano para abastecer o "deposito de malária", uma especie de almoxarifado da SEMUSA em União Bandeirantes, a construção desse poço, passou pela divisão de engenharia da Prefeitura, aprovado, e enviado para a PGM e lá ganhou o numero de contrato P-249 - PGM/2013. "Construção concluída, construção paga!"... Não é bem assim; essa mangueira que o vereador Dim Dim está mostrando na foto foi cedida por uma vizinha (de graça) do "deposito de malária", que sai de seu poço amazônico e passa por baixo do muro para abastecer o deposito, e é essa mangueira que o Dr. Macário autorizou o pagamento de 14,7 mil justificando ser o poço artesiano construído. 
CONSTRUÇÃO DE UM DEPOSITO DE MALÁRIA DE UNIÃO BANDEIRANTES - ALMOXARIFADO


A historia desse "Deposito de Malária - Almoxarifado"  é praticamente a mesma do "Poço artesiano", o valor é o mesmo, R$14.700,00 (catorze mil e setecentos reais), a empresa que recebeu o dinheiro também é a mesma, C. M. Comercio e Construção Ltda. Todo o processo de pagamento, como Ordem Bancaria, liberação, e recebimento pela empresa foram feitos em um só dia, o mesmo dia do recebimento da "construção do poço": dia 02 de maio! E tudo devidamente autorizado pelo então secretario Dr. Macário Barros, o que muda também é o numero co contrato, P 251 - PGM/2013. Assim como o "poço" que não passa de uma mangueira da casa vizinha, que vem cedendo a água sem nenhum custo, o tal Almoxarifado, não custou um centavo sequer para a SEMUSA, quem construiu isso que aparece na foto, foram os próprios servidores, com seus recursos, portanto, mais uma vez  a SEMUSA não gastou nenhum centavo e esse dinheiro, mais de 30 mil reais gastos nas duas "construções", foram parar no bolso de algum corrupto. Essa é uma nova/velha modalidade de desviar recursos públicos; Os corruptos escolhem aquela ação com "pequeno recurso", escolhem, e vão acumulando, achando, ou melhor, tendo certeza que ninguém vai se preocupar em fiscalizar recurso de tão pequena monta. Dessa vez não colou e o vereador pode ser cassado e pessoas podem ir pra cadeia, o prefeito pode ser enquadrado também fechar os olhos, enfim...
Obs: O Prefeito Dr. Mauro Nazif já tomou conhecimento de tudo isso, e nada fez, e corre um serio risco de ser enquadrado como conivente.

2 comentários:

  1. Muito bem, você agiu certo em encaminhar denúncia ao MP, se você precisar de ajuda eu trabalho no MP só me ligar 9994-9094

    ResponderExcluir
  2. A corrupção na SEMUSA não para por aí, têm muita gente ganhando dinheiro sem trabalhar. Plantões extras, são dados de presente para servidores e tudo com ordem da SEMUSA. Confiram as escala , os servidores não vão para os plantões, mas no final do mês o dinheiro está na conta. Fiscalizem as Policlínicas e Upas, é de cair o queixo os desmandos por lá.

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua mensagem e sugestões.