Publicidade

Últimas Notícias

EPIDEMIA DE MOSQUITO CAUSA TERROR AOS MORADORES DO ASSENTAMENTO JOANA D'ARC

Moradores desmentem secretário da SEMUSA, Domingos Sávio, sobre o fumacê que até hoje não apareceu na comunidade.

Uma grande epidemia de mosquitos mansônia está tirando o sossego dos moradores do Assentamento Joana D'Arc. Fragmentos de mata no cenário urbano podem reunir condições favoráveis à reprodução da especie do mansônia.
Áreas contíguas destinadas à preservação, devem receber atenção e manutenção, pois os habitats naturais da especiei são exatamente as cavas e lagos existentes no Assentamento Joana D'Arc e em outras comunidades que também sofrem com essa terrível epidemia. 
As fêmeas são hematófagas exófilas, agressivas, vorazes e têm elevada capacidade de dispersão. Ninguém está imune a essa praga!
Recentemente uma equipe de TV local esteve na Agrovila  da Linha 17 e constatou a informação dos moradores. A SEMUSA foi consultada e o secretário Domingos Sávio garantiu a ida do fumacê durante três dias na semana  e que os consórcios que constroem as usinas de Santo Antonio e Jirau faria o mesmo durante dois dias da semana. Segundo os moradores"NADA FOI FEITO e se alguém da prefeitura falar que estão indo lá, é mentira!".
Este blogueiro recebeu do morador da linha 17 da Agrovila Joana D'Arc III, Cleberson Rodrigues dos Santos, as imagens que ilustram essa matéria. Segundo ele, tudo começou a mais de dois anos atrás de a situação piorou depois da última cheia histórica do Rio Madeira.
Vejam os vídeos impressionantes que o morador me enviou.
https://www.youtube.com/watch?v=p5KkeXmsCh4


https://www.youtube.com/watch?v=GMXmzToA9xs

 Moradores e comerciantes já falam até em abandonar tudo por causa da praga dos carapanãs.

Nenhum comentário

Deixe aqui sua mensagem e sugestões.