Publicidade

Últimas Notícias

Após polêmica, agente de trânsito é afastado

  • IMIR
Após polêmica, agente de trânsito é afastado (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)


Na manhã desta segunda-feira, a Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (Semutran) informou que o agente de trânsito que teria agido de forma autoritária durante uma operação no último sábado (25), foi afastado de suas funções. Segundo a empresária e publicitária Dina Batista, o nome do servidor seria "Artur Diego".

Além disso, a Semutran informou ainda que a Procuradoria Geral do Município instaurou sindicância para apurar o desvio de conduta ou abuso de autoridade. Havendo a comprovação, o agente de trânsito vai responder administrativa e criminalmente pelo ato praticado.
Repercussão
A má conduta do agente segue repercutindo em Belém e região metropolitana. O caso, no entanto, ao que parece, está longe de ser um problema isolado. Após a matéria veiculada no DOL, dezenas de pessoas comentaram que o caso não é raro. Pelo contrário: seria comum e mostraria a intolerância e mesmo o descontrole psicológico e falta de profissionalismo por parte dos agentes em lidar com o público.

"Voltou o coronelismo em Ananindeua. Homens inescrupulosos, corruptos, avarentos, sem piedade aos que pagam imposto e aos trabalhadores que sustentam esta cidade. Aonde estão MP, Justiça, Legislativo, os justiceiros que falam para o povo e não defendem o povo? (...) Prefeito, saia do seu gabinete e mande seu exército voltar ao quartel", desbafou um internauta identificado apenas como Antonio.


Já para outro internauta, identificado como Marcio, "já tive o lacre da minha placa arrebentado por um agente, já houve várias reclamações e a justiça não faz nada. Eles fazem de tudo pra ir pro 'acerto', um absurdo!".

"A 'PioneiroLândia' é terra de ninguém. Vão na Praça da Bíblia à noite e vejam a bagunça que é o transito por lá... Ananindeua é o pior saneamento do Brasil título dado ao nosso prefeito.

Os problemas não param por aí e são perceptíveis em outras cidades paraenses. Segundo Jaime Brasil, "há dez dias fui multado e tiver carro guinchado nessa blitz, sob justificativa de 'placa ilegível'. A placa apresenta um pequeno desgaste, mas longe de estar ilegível. Moro em Abaeté e toda hora sou parado e fiscalizado na barreira da Alça, com a mesma placa. Vou recorrer e representar contra o agente. Os caras procuram infrações puníveis com remoção, claramente para beneficiar a empresa que explora o guincho e depósito", enfatiza.
Veículo segue apreendido
O veículo de Dina Batista e seu marido segue apreendido. De acordo com ela, pela manhã tentarão retirar o veículo. Além disso, informou que ainda não foram chamados pela Policia Civil para depor.

Enquanto isso, ela segue acompanhando a repercussão do caso nas mídias sociais e percebendo cada vez mais que várias outras pessoas já passaram por problemas semelhantes, o que é preocupante.

"Em menos de 48 horas já foi visto mais de 1 milhão e 200 vezes, fora que compartilham no whatsapp. Vejo isso como indignação mesmo. É um fato muito comum em Ananindeua. Todo mundo já passou ou conhece alguém q tbm já foi vítima. Não se trata de um caso isolado", finalizou.

A reportagem do DOL entrou em contato com a Polícia Civil para saber como estão as investigações do caso.

Nenhum comentário

Deixe aqui sua mensagem e sugestões.