Publicidade

Últimas Notícias

PREFEITO HILDON CHAVES NÃO ACEITA 1 MILHÃO DE REAIS DE EMENDAS DO DEPUTADO JESUÍNO BOABAID E RECEBE SEVERAS CRÍTICAS NA TRIBUNA DA ALE

Não adianta vir com “lives, firulas e promessas”, bradou Jesuíno. E afirmou que fez sua parte destinando mais de R$ 1 milhão para educação, saúde e outras áreas.
Dep. Jesuíno Boabaid
O deputado Jesuíno Boabaid (PMN) em pronunciamento na manhã desta quarta-feira (6) no Plenário da Assembleia Legislativa teceu várias críticas à administração municipal de Porto Velho, a qual chamou de desastrosa.

De acordo com o parlamentar foi disponibilizado à prefeitura de Porto Velho, através de emenda parlamentar individual a quantia de R$ 500 mil reais para a aquisição de centrais de ar – condicionados para climatizar todas as escolas do município, incluindo os distritos. Também foi encaminhado pelo deputado Jesuíno, R$ 300 mil reais para a reforma de um barco-saúde que atenderia 100% dos ribeirinhos da capital, além de R$180 mil reais para a compra de uma ambulância que seria destinada ao distrito de Nova Califórnia, distante cerca de 400 Km de Porto Velho.

Revoltado o parlamentar argumentou que a determinação do prefeito Hildon Chaves (PSDB) é para que essas emendas, que beneficia a população da capital, por “picuinha” não saia do papel, Hildon rejeitou quase 1 milhão de reais destinado pelo deputado.

O parlamentar pontuou sobre problemas que acontecem em Porto Velho. Disse ter deixado passar mais de um ano para ver o rumo que sua gestão tomaria. Lembrou que ao pedir votos o atual prefeito, Hildon Chaves (PSDB) bradava o slogan “deixa cuidar de você”, mas agora “é só abandono o que se vê”.

Não adianta vir com “lives, firulas e promessas”, bradou Jesuíno e afirmou que fez sua parte, destinando mais de R$ 1 milhão para educação, saúde e outras áreas. “Não sou executor de obras e se o fosse esta administração seria muito diferente”, afirmou.

Direcionando-se diretamente ao gestor municipal, o parlamentar pediu para que o atual mandatário do Executivo Municipal entregasse o mandato para quem quer trabalhar. “O senhor já entregou o seu salário mesmo, disse que não precisa, então entrega logo o mandato para quem quer mudar a capital”.

Por fim, Jesuíno agradeceu aos pares pela votação que aprovou a reestruturação da PM e BM de Rondônia, deixando esse dia marcado na história da corporação.

Fonte: Assessoria

Nenhum comentário

Deixe aqui sua mensagem e sugestões.