Publicidade

Últimas Notícias

BOMBA - VEREADOR DE CANDEIAS DO JAMARI É DENUNCIADO POR FURTAR DOIS CAMINHÕES DE MADEIRAS DE PÁTIO DE ESCOLA

A denuncia contra o vereador LUCIVALDO FABRÍCIO foi apresentada ao Governador Daniel Pereira, ao secretário da SEDAM, ao Procurador Geral de Justiça, ao GAECO, a 5ª e 6ª Promotoria de Justiça e à ouvidoria do MP.
Lucivaldo Fabrício é vereador de Candeias do Jamari
A denuncia foi apresentada no último dia 14 de agosto, a todos os órgãos e autoridades acima citados, e trás um relato detalhado de como aconteceu o furto da madeira, o modus operandi e um vasto conjunto de documentos. 

Segundo o denunciante, que no próprio documento pediu que sua identidade fosse preservada, dada, segundo o mesmo, a periculosidade e a influencia dos envolvidos, Lucivaldo Fabrício contou com a ajuda de outro vereador, MARCOS DA HORA (vereador dos Quimonos).

Nara a denuncia que no dia 19/03/2018, o vereador Lucivaldo Fabrício invadiu o pátio da Escola Municipal Fernando Fonseca onde o mesmo quebrou o cadeado e adentrou com o caminhão de placa NEB 7209, onde o senhor Walckson Souza dos Santos (comprador da madeira furtada), acompanhava o mesmo e sem autorização ou anuência dos gestores municipais, os mesmos furtaram toda a madeira que estava no pátio, sendo que o produto do furto (madeira) foi retirado do local em duas viagens no caminhão acima citado. 

Ainda segundo a denuncia, o senhor Walckson pagou R$11.000,00 (onze mil reais) pela madeira, mas ao tomar conhecimento que a mesma era produto de furto, o mesmo procurou a administração municipal e delatou o fato ao então secretário Evandro Lacerda Lima. 

O secretário Evandro procurou a delegacia de policia local e denunciou o fato, e foi então que o vereador Lucivaldo Fabrício procurou o comprador e denunciante Walckson e começou a fazer-lhe ameaças, chantagens e todo o tipo de pressão. 

Ainda na denuncia apresentada aos órgãos competentes, Lucivaldo incumbiu o seu comparsa (é o que nara a denuncia), Vereador MARCOS DA HORA, para que o mesmo "comprasse o silêncio" do denunciante e comprador, inclusive oferecendo vantagens e portarias na câmara de vereadores. 

O denunciante nara ainda que procurou os órgãos competentes devido a omissão da policia civil de Candeias do Jamari em apurar os fatos, já que os vereadores envolvidos são da área de segurança e também tem total apoio do vereador Benjamim (Beijim) que segundo a denuncia, tem total influencia nas decisões da Policia Civil Local. 

O prefeito de Candeias do Jamari, Luis Ikenohuchi também chegou a registrar um boletim de ocorrência do furto da madeira que fora doada e serviria para a construção de pontes para beneficiar a população de algumas linhas que tanto clamam por melhores condições de escoamento de sua produção. 

OBS: Os documentos abaixo foram o retirados de postagens em grupos de Whatsaap de Candeias do Jamari.

VEJAM B.O DO PREFEITO E A DENUNCIA APRESENTADA 





Um comentário:

Deixe aqui sua mensagem e sugestões.