Publicidade

Últimas Notícias

URGENTE - JEAN WYLLYS DIZ QUE NÃO VAI ASSUMIR NOVO MANDATO NA CÂMARA POR CAUSA DE AMEAÇAS

Deputado do PSOL está fora do Brasil; Desde assassinato da vereadora Marielle Franco, ele passou a viver sob escolta.
Jean Wyllys foi eleito pela primeira vez em 2010 
RIO - O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) anunciou nesta quinta-feira que não assumirá o novo mandato para o qual foi eleito e que está fora do país, com medo de ameaças a própria vida que diz ter recebido nos últimos meses. A informação foi confirmada ao GLOBO pela assessoria do parlamentar. Jean estava na Câmara dos Deputados desde 2010 e foi reeleito pela terceira vez em outubro do ano passado. Desde o assassinato da vereadora Marielle Franco, de quem era colega de partido, ele só andava com carro blindado e estava sob escolta policial.

Através das redes sociais, o deputado disse que a decisão foi baseada em uma questão estratégica e deu a entender que pretende seguir atuando a favor das causas que já defende (ele é homossexual assumido e costuma lutar pelos direitos da população LGBT).

"Preservar a vida ameaçada é também uma estratégia da luta por dias melhores. Fizemos muito pelo bem comum. E faremos muito mais quando chegar o novo tempo, não importa que façamos por outros meios! Obrigado a todas e todos vocês, de todo coração. Axé!", escreveu Jean.

Em entrevista ao GLOBO em novembro, logo após o segundo turno das eleições, o deputado contou que passou a utilizar escolta policial para andar nas ruas por causa das ameaças que recebeu de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Wyllys fez oposição intensa ao presidente eleito e chegou a cuspir nele, em 2016, após discussão durante a votação do impeachment da então presidente Dilma Rousseff (PT) na Câmara.

3 comentários:

  1. Tomará que va embora mesmo e pra la fique e morra não queremos esse enviado do inferno destruindo a famifam e as crianças com suas apologia

    ResponderExcluir
  2. Que pena, fará uma grande falta!!

    ResponderExcluir
  3. Não fará diferença nem falta nenhuma a nação, espero que nunca mais retorne

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua mensagem e sugestões.