Publicidade

Últimas Notícias

URGENTE - A SITUAÇÃO FICOU MUITO TENSA EM EXTREMA E DEVE ACONTECER CONFRONTO NA DESOBSTRUÇÃO DA BR

A decisão da Juíza Federal Substituta Grace Anny de Souza Monteiro, em no descumprimento da ordem implicará em eventual crime de desobediência e multa no valor de 01 (um) salário-mínimo para cada manifestante, por hora de ocupação revoltou ainda mais os manifestantes da Ponta do Abunã.

ATÉ ESTE MOMENTO EQUIPES POLICIAIS QUE VÃO FAZER A REINTEGRAÇÃO DA RODOVIA AINDA NÃO SAÍRAM DE PORTO VELHO. COMANDO DA PM AINDA ESTÁ FAZENDO A INSTRUÇÃO DA TROPA QUE VAI A EXTREMA.

Desde o momento do anuncio da liminar com aplicação de multa de um salário minimo por manifestante e por hora do descumprimento da desobstrução que os organizadores do movimento começaram a convocar os pais de alunos de toda a ponta do Abunã para que levem seus filhos estudantes, fardados para a frente do movimento, segundo eles, "somente assim eles podem impedir a desobstrução." 

As lideranças indígenas já se juntaram aos manifestantes e já garantiram levar seus filhos estudantes para a BR. 

Segundo relatos do líder Zezinho Kaxarari, os índios dessa etnia vão estar no local, todos caracterizados e vão fazer uma apresentação a todos os pressentes, sem no entanto se envolver diretamente em confronto.

Segundo informações do local, uma equipe do Governo Federal já chegou no distrito de Extrema para negociar a saída pacifica dos manifestantes.

A grande mídia do estado também está em deslocamento para a Ponta do Abunã para fazer o registro de tudo.

Enquanto isso, a prefeitura de Porto Velho não se manifesta em dar uma solução definitiva para o grave problema do Transporte Escolar e prefere continuar insistindo na tentativa de "ganhar tempo" com propostas que não podem ser cumpridas, já que a empresa contratada não tem ônibus para atender a demanda e muito problema ainda vem pela frente.   

Nenhum comentário

Deixe aqui sua mensagem e sugestões.