Publicidade

Últimas Notícias

BOMBA - MPE E MPF INVESTIGAM GRANDE ESQUEMA DE CORRUPÇÃO NA SEMA - SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE DE PORTO VELHO

PARTE 1: DIÁRIAS - As denuncias apontam que mais ou menos 30 servidores estão envolvidos direta e indiretamente no esquema de recebimento de diárias para participação em "eventos fictícios", superfaturamento na contratação de eventos e muito mais. 
SEDE DA SEMA

O Esquema começou a ser descoberto à partir da chegada da ex-secretária da SEMUR Márcia Cristina Luna, que foi nomeada como adjunta do então subsecretário Robson Damasceno.

O esquema de recebimento irregular de diárias, supostamente funciona desde o inicio da atual gestão e funciona da seguinte forma: O servidor solicita diárias para eventos que as vezes nem existe, mas que na maioria dos casos o evento existe mas o servidor (comissionado) não aparece no local e continua indo na secretária nos dias que "deveria" estar viajando e participando do suposto evento. 

Ninguém presta conta de diárias! Não tem relatório, fotos, nota fiscal, não tem nada que comprove que esses servidores estiveram naquele local para onde foi solicitado as diárias. 

Cinco servidores comissionados eram encarregados de solicitarem diárias e em alguns casos, essas solicitações eram feitas até para servidores que nem nomeados estavam.

No esquema investigado consta até compra de enxoval de bebê de uma servidora, pagamento de mensalidade da faculdade de outra... e vale ressaltar que esse esquema é integrado por parentes...todos os envolvidos tem ligações familiares uns com os outros! Ou seja: A SEMA foi transformada num verdadeiro cabide de emprego para parentes dos "amigos do rei."

NA CHEGADA DA MÁRCIA LUNA... Os diretores de departamentos e servidores foram orientados a não passar nenhum tipo de informação à ela, tipo: Oficio, memorando, datas de eventos, e que os mesmos deveriam ter o minimo de contato com ela, já que estava chegando para fiscalizar, e assim foi feito até a sua exoneração apos a mesma procurar a PGM e entregar todo que conseguiu levantar até aquele momento.

Uma comissão foi formada para investigar...

Esta portaria é datada de 15 de julho de 2019, e muitos servidores foram arrolados para prestar depoimentos, sendo que a grande maioria dos que já foram ouvidos, tanto pelo MPE quanto pela comissão, confirmam o esquema e apontaram os responsáveis. 

Próxima parte: Obras do Parque Pirarucu, Praças dos Seringueiros e Plantio de Grama nos canteiros da BR 364

Nenhum comentário

Deixe aqui sua mensagem e sugestões.