Publicidade

Últimas Notícias

CORRUPÇÃO NA SEMA - OBRAS E EVENTOS ERAM SUPERFATURADOS E EM ALGUNS CASOS, REALIZADOS PELOS PRÓPRIOS SERVIDORES

PARTE II - Segundo a denuncia, obras do PARQUE PIRARUCU, PRAÇA DOS SERINGUEIROS e PLANTIO DE GRAMA NA BR 364 foram realizados (sob coação e ameaças de perda dos cargos), por servidores comissionados e brigadistas.
Inauguração da Praça dos Seringueiros
Já o evento denominado SEMANA DE RESPONSABILIDADE SÓCIO-AMBIENTAL que aconteceu em dezembro de 2018 e que custou aos cofres públicos a quantia de R$250.000,00 (duzentos e cinquenta mil reais), a denuncia aponta que servidores que não compactuavam com o esquema, desconfiaram que estava superfaturado pelo fato das estruturas apresentadas não condizerem com o preço pago, e que eles puderam comprovar uma semana depois, quando foi oferecido um grande jantar para todos "os servidores envolvidos", no mesmo local do referido evento, com bebida e comida a vontade.

O servidor que é apontado como um dos "cabeças" do esquema solicitou a Diretoria de Gestão de Politicas Publicas Ambientais e Mudanças Climáticas que já fossem planejando um evento denominado ACAMPAMENTO VERDE que deveria acontecer nos distrito da BR 364 e Baixo Madeira, e o finalidade era colocar no referido chamamento. vários itens fictícios, e que iriam servir para pagar despesas da SEMANA DO MEIO AMBIENTE acontecido em junho de 2019. E assim foi feito. 

Outros ilícitos que também são apurados pelo MP é nas compensações ambientais e conversões de multas, e as irregularidades, segundo os denunciantes, estão na destinação dos valores. Segundo eles, pagamentos de servidores que foram exonerados, estão sendo feitos com termo de compensação.

Multas aplicadas a condomínios de luxos e a empresas de navegação foram convertidos em favores para terceiros, parentes dos envolvidos e ainda pagamentos de pequenos valores para maquiar toda a operação. 

Até na confecção dos bancos do ECO PARQUE PIRARUCU, que custaram R$7.000,00 (sete mil reais) teve "rolos" com as conversões de multas. 

Servidores que denunciaram o esquema, já estão apreensivos com as apurações do MP. Segundo uma fonte que pediu para ser preservada devido a gravidade das denuncias, "Já se vislumbra um arquivamento por parte do MP, que segundo essa fonte, o prefeito Hildon Chaves exerce grande influencia na promotoria que apura o caso."

Uma outra fonte garantiu a esse blogueiro que o promotor do caso, já não atende mais os denunciantes e até bloqueou os mesmo em suas redes sociais (whatsapp), para não ter que receber mais denuncias e nem dar andamento ao processo. 

Na próxima parte, daremos os nomes de todos os envolvidos e as devidas provas. Aguardem!!!

Nenhum comentário

Deixe aqui sua mensagem e sugestões.